BLOG

ESPECIALISTA ESCLARECE A A IMPORTÂNCIA DE MANTER A POSTURA CORRETA NA ROTINA DE TRABALHO

relaxar no trabalho
Ortopedista reforça a relevância de um ambiente de trabalho adequado e principais práticas durante o dia

Em meio à pandemia da Covid-19, o trabalho remoto foi uma das soluções encontradas por muitas empresas para dar continuidade à rotina profissional de seus funcionários. Apesar disso, muitas pessoas não têm um ambiente próprio em suas casas para trabalhar oito horas – ou mais – por dia, e acabam utilizando o que estiver a seu alcance, como o sofá ou até a própria cama. Para não prejudicar a saúde postural, os escritórios pessoais precisam ser pensados a partir da ergonomia.

Mais do que organização e disciplina, manter a postura correta pode ser um fator definitivo para o expediente. Segundo Dr. Eduardo Puertas, ortopedista do HCor, “A postura correta evita problemas dolorosos e cansaço muscular, o que, inevitavelmente, acarretará dores físicas que poderão comprometer a produtividade do colaborador.”

Para amenizar o impacto das mudanças expressivas no expediente, o primeiro passo é definir um local de trabalho adequado, de preferência silencioso – os coworkings ou escritórios compartilhados são excelentes opções. Deve-se dar preferência a uma mesa de trabalho adaptável à estatura da pessoa, assim como uma cadeira tipo “escritório”, com regulagem para altura do assento e inclinação do encosto, que, normalmente, deve estar a 90 graus em relação ao assento e perpendicular ao chão.

Dr. Eduardo explica que a postura ideal para a maioria é ficar sentada com a coluna reta ao encosto da cadeira, com ombros e quadris alinhados. Os braços devem ficar flexionados a 90 graus do corpo e os pés apoiados no chão – com ou sem uso de suporte.

Não apenas o corpo deve ficar alinhado, mas o equipamento utilizado também. “A parte superior da tela do computador deve estar na altura dos olhos, evitando-se, assim, movimentar a cabeça e o pescoço para seu uso”, aponta. Para os que passam o expediente trabalhando na frente do computador durante os cinco dias da semana, queixas de dores na região cervical podem ser comuns se não houver uma boa relação da altura dos olhos com o monitor. “Pode haver, também, dor na região da coluna lombar, bem como nos ombros e cotovelos, ou mesmo punhos, se não houver um apoio adequado para os membros superiores”, alerta.

Pausas são essenciais para uma boa saúde postural e melhor disposição. Toda pessoa que trabalha sentada por muitas horas deve parar um pouco a cada 30 ou 40 minutos, saindo da posição em que se encontra. “É importante fazer algum tipo de alongamento leve da musculatura do pescoço, dos membros superiores e da região lombar, o que não leva mais do que de dois a três minutos e traz uma melhora física e um maior conforto”, indica o especialista.

Se o colaborador já é portador de dores na região do pescoço (coluna cervical) ou da coluna lombar, ombros, cotovelos e punhos, deve consultar um médico para eventual diagnóstico de lesões preexistentes e orientações específicas, como fisioterapia de fortalecimento e alongamento de grupos musculares.

Para cuidar da postura durante a rotina de trabalho, veja, a seguir, dez recomendações:
  1. Escolha um local de trabalho adequado.
  2. Opte por uma cadeira com altura e encosto reguláveis.
  3. Fique sentado com a coluna reta ao encosto da cadeira, com ombros e quadris alinhados.
  4. Flexione os braços a 90 graus do corpo.
  5. Apoie os pés no chão o tempo todo, com ou sem uso de suporte.
  6. Alinhe a parte superior da tela do computador, que deve estar na altura dos olhos.
  7. Mantenha uma distância de pelo menos 50 centímetros da tela do computador.
  8. Faça pausas a cada 30 ou 40 minutos, saindo da posição em que se encontra.
  9. Se possível, faça algum tipo leve de alongamento da musculatura do pescoço, dos membros superiores e da região lombar.
  10. Se já for portador de dores, consulte um médico para diagnóstico e orientações.
 Sobre o HCor

A instituição iniciou as atividades em 1976, tendo como mantenedora a Associação Beneficente Síria, que completou 100 anos de atividades filantrópicas em 2018. o HCor ganhou projeção mundial no cenário da saúde, tornando-se referência em cardiologia, além de oferecer atendimento de excelência nas áreas de neurologia, oncologia, ortopedia e medicina diagnóstica. Conta com acreditação internacional da Joint Commission Internation (JCI) desde 2006.

O Instituto de Pesquisa HCor coordena estudos clínicos multicêntricos nacionais e internacionais. Certificado pela American Heart Association (AHA), o Centro de Ensino capacita e atualiza milhares de profissionais anualmente. Há 10 anos, o HCor é parceiro do Ministério da Saúde no Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), colaborando com políticas públicas e iniciativas de aprimoramento para mais de 150 centros médicos de todo país.

Compartilhar:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

VEJA TAMBÉM